Coisas do Coração

Viva o Bahia!

Posted in Coração by adilson borges on 28 de novembro de 2009

Adilson Borges

Olhei para a cara bonita… e indecisa. Não tive dúvida,  sorri para ele e, como nas arenas da Roma antiga,  fiz com o polegar o sinal de aprovação. Chico, então,  entrou no coro das cerca de  34 mil vozes vestidas de vermelho, azul e branco:

– Terceira é o caralho!  Terceira é o caralho! Terceira é o caralho!

O jogo ainda estava no primeiro tempo, mas o Bahia, ganhando de 1 x 0, já comemorava. A torcida Bamor, enlouquecida, rufava os tambores e emitia gritos selvagens que riscavam o céu azulado do sábado de sol, sem a solidão dos pensadores.

A centelha de loucura percorria o estádio de Pituaçu, em Salvador.  O Bahia, “time de raça e tradição”, hoje em decadência na segunda divisão,  enfrentava o Guarani sem dilema. Sua missão, para não ser rebaixado para a Série C, era vencer ou vencer.  E venceu: 2X0.

 Vambora Bahêeea! 

Boné, camisa e toalha, todo enfatiotado com as cores do seu time, Chico, meu filho de 11 anos, era a própria felicidade. Há muito tempo vinha pedindo que alguém o levasse para ver o Bahia jogar. Desde o tempo que a Fonte Nova era o território do “Esquadrão de Aço” – quando parte do anel do estádio desabou, matando e ferindo torcedores quase dou graças a deus por não ter atendido ao pedido do renitente tricolorzinho.

Aqui, em Pituaçu, no meio da zoeira, olho para o estádio com curiosidade e medo de turista. Imagino o que sentiria um paranoico no meio de tanta gente. E se eles achassem que sou da tropa do arquiinimigo deles, o Vitória?, pensaria o maníaco, em que agora me transformo:

 “Eu sou Bahia, com muito orgulho”, canto,  explicando e gritando e correndo pela avenida Paralela,  atrás de mim todo aquele pessoal em fúria. Calma pessoal, é a primeira vez que venho a Pituaçu, mas já fui à Fonte Nova; uma vez só, mas fui, há 23 anos, para levar meu filho Saulo, então com 10 anos. O bichinho pedia, pedia, e um dia, finalmente atendi. Foi um fiasco. O pneu da Brasília furou, caiu um toró e a gente voltou para casa todo sujo e molhado. Pensando bem, a chuva, até que ajudou a disfarçar as lágrimas pela derrota do Bahia.

6 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. damile said, on 30 de novembro de 2009 at 21:27

    que lindo meu primo todo de bahia vendo nosso time ganhar!
    da próxima vez quero estar junto! faz tempo que não vou ao estádio.
    beijos!
    dam

  2. adilson borges said, on 1 de dezembro de 2009 at 00:48

    Foi uma festa. Só faltou você, Dam. Beijos

  3. Damile said, on 14 de dezembro de 2009 at 21:44

    Adilson, quando tiver um tempinho olhe o blog de Carlos Sentmanat, um fotógrafo cubano muito bom, amigo de um colega nosso daqui do escritório, também cubano. Se gostar das fotos, comente, ele vai adorar.
    http://carlosentmanat.blogspot.com/
    Beijos!
    Dam

    • adilson borges said, on 14 de dezembro de 2009 at 23:05

      ‘xa, comigo, vou’lhar

  4. fernando luis said, on 3 de fevereiro de 2010 at 09:18

    coisa engraçada, luis fernando tem 5 aninhos, muito festeiro, gosta das bombas do são joão, dos fogos da virada de ano, do carnaval, o carnaval passa e ele segue cantando os temas na volta para escola. uma dia disse que era bahia, agora é vitória e tb fez o pedido – papai me leva um dia para ver o jogo – nossa! o pior que ñ sou fã de futebol, quando tem jogo quero ir no cinema.
    é, como amo muito o meu guri vou realizar +1 desejo. só ñ sei quando.

  5. adilson borges said, on 3 de fevereiro de 2010 at 11:08

    Você vai gostar da experiência.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: