Coisas do Coração

A doença da mãe do PAC

Posted in Coração by adilson borges on 28 de abril de 2009

1200rp3633Foi checar o coração e descobriu o linfoma, um câncer de 2,5 centímetros, que foi extirpado com êxito. A próxima etapa é fazer a quimioterapia para evitar surpresas no tratamento.

A história terminaria aí se a personagem não fosse a poderosa ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata a presidente (ou presidenta, escolham) da República em 2010. A Mãe do PAC (o Programa de Aceleração do Crescimento) e tia do Programa Minha Casa Minha Vida, que promete 1 milhão de moradias para os brasileiros de baixa renda, fez uma avaliação política e agiu rápido sábado passado.

Expôs em minúcia seu estado de saúde, em uma entrevista coletiva à imprensa, ao lado da equipe de médicos que estão tratando do caso no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo os especialistas, as chances de cura chegam a 94%.

Foi a medida mais acertada tanto do ponto de vista do tratamento quando da perspectiva política. Seria impossível ocultar a doença até porque periodicamente a ministra terá que ir a São Paulo para a quimioterapia, que deve durar, pelo menos, uns quatro meses. Se não houvesse o anúncio, em pouco tempo começariam as especulações, que logo atrapalhariam a saúde da ministra, a sua campanha política e os planos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que apostou todas as fichas na candidatura de Dilma Rousseff.

Anunciado o linfoma, transferiu-se o problema político para a oposição, que inclusive vai ter que usar luvas finas ao tratar da questão perante povo brasileiro, muito sensível a questões como esta. Hoje (27 abril), o comentarista político Alexandre Garcia, da rede Globo, começou o dia dizendo que, mais importante do que tudo, é a questão humanitária da saúde da ministra. Em linhas gerais, o mesmo discurso foi adotado sem seguida pela apresentadora Ana Maria Braga, também da Globo, que se curou de um câncer há alguns anos em condições menos favoráveis do que a ministra-chefe da Casa Civil.

Ponto para Dilma Rousseff e equipe médica. E (por que não?) para a equipe da sua campanha de olho na cadeira mais confortável do Palácio do Planalto.

 

 

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Adelzuita said, on 30 de abril de 2009 at 09:15

    Atitude positiva:Lei 11.664 do M. da Saúde O número de mamógrafos na Bahia em funcionamento é muito pouco ,160 aparelhos para mulheres do estado inteiro ;precisamos de muito mais aparelhos para as cidades distantes dos grandes centros.

  2. adilson borges said, on 30 de abril de 2009 at 21:16

    Esta situação (falta de mamógrafos) se repete em todo o País. Mas o Ministério da Saúde afirma que os equipamentos são suficientes, que o problema seria administrativo. Será?

  3. Adelzuita said, on 30 de abril de 2009 at 23:07

    Se o problema é administrativo tem que ser encarado administrativamente para melhor solução;não adianta prometer casa própria para mulheres doentes( hipertensas e /ou com suspeita de câncer). CASA PRÓPRIA COM GARANTIA DE SAÚDE .


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: