Coisas do Coração

Quando minha cicatriz virou cesárea

Posted in Coração, doação de sangue by adilson borges on 9 de abril de 2009

renascimentoParece a lembrança de uma césarea, mas é vertical. Olhei para o espelho de novo, espremi a transparente bolinha de pomada no dedo e passei na cicatriz que rasga meu peito desde 17 de março de 2009.  Levemente. Senti carinho e compaixão pela marca. Deve ser efeito desta Quinta-Feira da Paixão…

Apertei de novo o tubo de Contractubex e repeti a dose, agora com leveza quase sexual, mas desta vez mirei os dedos grossos, que atraíam a atenção de médicos quando eu era bem jovem, hipnotizam muita gente que me vê tocando violão e divertem os conhecidos: cabeça de rola, deditos, chapeleta, raqueta de tambor…

Não é horizontal, mas é uma cesária, talvez um pouco maior do que aquela que havia na barriga de Marília quando Chico, meu filho, nasceu e que foi sumindo, sumindo, sumindo, com o tempo. Da mesma forma mágica que estou apagando a minha cicatriz com cepalin, alantoína e heparina sódica, ingredientes da pomada antiqueloide, sem falar da mata capilar grisalha e preta, que aos pouco volta a tomar conta de meu peito.

Será que, um dia, eu terei saudade do meu estigma cesareano vertical?

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: